10 lições que aprendi e re-aprendi hoje...

Tenho de apresentar uma proposta ainda hoje no trabalho, de um vídeo para um cliente... Para além das gravações em que ando metida, que me levam mais de metade do horário, isto é das coisas que levam mais tempo, porque envolvem muita pesquisa, formulação de ideias, escrita, emails, orçamentos, telefonemas... Mas acima de tudo, mete-me a ver vídeos incansavelmente para encontrar a inspiração para algo que vá de encontro ao que o cliente procura mas que não consegue exactamente encontrar.

(ontem, o Xina, Duarte e eu à espera de começarmos a filmar mais um vídeo com a Diffuse)




Foi no meio destas pesquisas que encontrei o vídeo que me inspirou para o Só de mim... e foi assim, mais ou menos, que dei com o vídeo abaixo. 
Já me tinha sido sugerido por uma querida amiga, mas eu ainda não tinha tido tempo de o ver... porque tem cerca de 40 minutos, e é raro eu ter esse tempo para mim.
Mas acho que estava mesmo destinado, porque o tema do que tenho de construir para este cliente levou-me aqui... não tem nada a ver com o resultado que ele pretende, mas eu não consegui para de ver. Colei. Tive de aproveitar a minha hora de almoço para ver a maior parte, porque já foi suficientemente estranho ter o meu chefe a passar atrás de mim umas 10 vezes (ele gosta muito de fazer isso) e estar a dar a Jane Fonda, quanto mais, ver o vídeo todo durante o meu tempo de expediente quando não tem nada a ver com o tema que procuro.

Já há uns posts atrás tinha referido que tenho andado com algum conflito interior sobre decisões de vida. Houve até quem me enviasse um email, preocupada com o meu "estado"... Peço desculpas se assustei mais alguém. Não foi mesmo a minha intenção. 
Na verdade, quando chego à fase de parar para pensar, não é sequer por andar triste ou desanimada... acontece simplesmente porque sou drogada em projectos, em desafios e objectivos... e por vezes eles chamam-me com tanta força que sou mesmo forçada (perdoem a redundância) a re-pensar se ando a fazer as coisas da forma mais certa, se vão de encontro ao que quero para a minha vida, ou se estou simplesmente a ser levada.
Gosto de dizer que sempre fui mais líder que seguidora das ideias dos outros, e às vezes entro em conflito, quando não consigo ter tempo para fazer o me faz feliz, para desenvolver os meus projectos. O meu pai diz que tenho de ser mais tolerante... eu acho simplesmente que tenho de ter tempo para mim para andar equilibrada no resto.

Ver este vídeo abriu-me os olhos. Re-aprendi que nunca é tarde para tomar decisões importantes na vida. Eu poderia estar aqui horas a escrever sobre este tema, mas acho que o vídeo fala por si.

Para todos aqueles que gostavam e gostam de ser algo mais. Para aqueles que gostam de viver atrás de emoções, de seguir sonhos... Para aqueles que estão apenas a precisar de abrandar para pensar... para os que aos olhos dos outros têm tudo, mas que cá dentro falta sempre algo; para os que têm o peso do mundo nos ombros... Fica a minha prenda de Quarta-feira:


Depois de tudo isto... 10 lições que aprendi e re-aprendi hoje:

1- Allow your vulnerabilities to show;
2- Learn to forgive yourself;
3- We are not meant to be perfect, we are meant to be whole;
4- Find your focus;
5- Know thine enemy;
6- Empathy is revolutionary;
7- Listen to each other, even when you don't agree;
8- Look what scares you in the face and try to understand it;
9- We are made of molecules that come from the stars. We are a part of everything;
10- Its never too late, never give up.

Espero que vos ajude a ver as coisas de outra forma... que o vídeo vos inspire como me inspirou a mim, para ouvir melhor o meu coração, e para tomar decisões que às vezes podem parecer difíceis, ou que deixam de ir ao encontro das expectativas que os outros têm de nós... 
Eu sou eu. Eu sou assim... e gosto.


Feliz Quarta-feira*
PLIM!

4 comentários:

  1. S. Jorge num dia solarengo. Kudos!

    ResponderEliminar
  2. Adorei o vídeo. Um pouco pesado e emotivo (the american style, sem tirar nem por). Já gostava da Jane Fonda, agora ganhei toda uma perspectiva nova dela. Muito bom mesmo.

    ResponderEliminar
  3. Que coisas giras ensinas cá à gente!

    ResponderEliminar