A sweet interview with Carolina and Café na Fábrica***



Estou a trabalhar na LX Factory já há quase dois anos. É um local maravilhoso para se estar... moderno, multi facetado, e cheio de surpresas.
Muitas vezes saio do sítio de onde estou, e vou para o exterior almoçar ou lanchar sozinha. O facto, é que acabo por nunca estar sozinha, porque com o tempo, vamos conhecendo os restantes residentes, e vamos travando amizades que ficam.
Isso mesmo, o melhor de trabalhar onde trabalho, são as pessoas. São todos os empreendedores que por lá andam, que como eu, lutam para viverem dos seus sonhos e para os levar mais além.
No meio de muitas conversas, de almoços, lanches e por vezes jantares, conheci a Carolina, a pessoa que está à frente do Café da Fábrica, juntamente com a sócia Rita. Toda a sua história me fascinou, e não pude deixar de me achar muito parecida com ela. A química foi instantânea, e surgiu daí este post que hoje vos mostro.
Quero muito que conheçam melhor a Carol, que se divide entre Portugal e o Brasil, e o seu projecto do Café na Fábrica... quero provem os bolos que ela tem vindo a fazer, e que visitem o espaço. Amanhã e Domingo terei mais surpresas para vocês... para já, fiquem com a entrevista... :)
Peguem numa caneca de chá, e desfrutem*

I'm working at LX Factory for nearly two years now. It's a wonderful place to be... modern, multi faceted and full of surprises.
I go for lunch or a snack outside often by myself. The fact, is that I never end up being alone, because with time, we get to know the other residents, and friendships begin quite easily.
That's right, the best thing about working there, are the people. They are all entrepreneurs who like me, struggle to live from their dreams and to take them further.
In the between of many conversations, lunches, snacks and sometimes dinner, I met Carolina, the person who is the founder and CEO of Café na Fábrica, along with her partner Rita. Her whole story fascinated me, and I could not help myself but to feel a lot like her. The chemistry was instant, and then we got to this post I'm showing you today.
I really want you to know Carol better, (she divided between Portugal and Brazil), and her project at Café na Fábrica... I want you to try the cakes she has been baking, and I want you to visit this place. Tomorrow and Sunday i'll have more surprises for you ... for now, here is the interview ... :)
Grab a cup of tea and enjoy!


Doce para o meu Doce:  Carol, antes de mais, como é que vieste para a Portugal e a Lisboa?
Carolina: Foi a vontade de querer mudar, conhecer uma coisa nova. Vim fazer um mestrado em Marketing. A ideia nunca foi ficar e sim passar um tempo e voltar para o meu ninho.

DpmD:  O que te fez ficar? E gostas de cá estar?
Carolina: Me apaixonei… E fiquei, adoro morar aqui… Acho que a nossa casa é onde o nosso coração esta, hoje ele é divido entre Brasil e Portugal.

Doce para o meu Doce: Carol, first of all, how did you get to come to Portugal and Lisbon?
Carolina: It was the will to change, learn something new. I came to do a Masters in Marketing. The idea was never to stay but rather spend time and go back to my nest.

DpmD: What made you stay? And do you like to be here?
Carolina: I fell in love ... And I stayed. I love living here... I think our home is where our heart is, today it is divided between Brazil and Portugal.


DpmD: A aventura faz muito parte de ti? Quem é afinal a Carolina? :)

Carolina: Talvez a pergunta mais difícil… Eu sou totalmente aventureira e isso as vezes é um perigo. Mas ao mesmo tempo ser aventureira me fez ser e ter o que sou e tenho hoje. Não foi fácil sair do meu mundo e vim morar em outro mundo, até porque na época ainda existia muito preconceito e eu não fazia a mínima ideia desse preconceito que existia aqui.
A Carolina … É sonhadora, bagunceira, amiga, orgulhosa, furacão, e acima de tudo FELIZ.

DpmD: Sabes, tenho o sonho de um dia ter uma pastelaria... e tu?  Sempre quiseste ter um café?
Carolina: Não… Nunca quis… Ele aconteceu… Veio pra mim ;)

DpmD: Is adventure a big part of you? Who is Carolina? :)
Carolina: This is perhaps the most difficult question ... I'm totally adventurous and sometimes it is dangerous. But at the same time being adventurous has made me what I am today and what I have. It was not easy leaving my world and coming to live in another world, because at the time there was still a lot of prejudice and I had no idea this prejudice existed here.
Carolina ... It's dreamy, messy, friend, proud, like a hurricane, and above all HAPPY.

DpmD: You know, I dream of having a pastry shop one day... What about you? Have you always wanted to have a caffee?
Carolina: No... I never wanted it... It just happened ... It came to me;)


DpmD:  Conta-nos a história do Café na Fábrica... É agora uma segunda casa?
Carolina: A culpa é da Time Out (risos) a revista fez a capa sobre o Lx Factory, e vim conhecer o espaço todo. Almocei por lá e quando fui procurar um lugar para tomar Café me encantei com a Casinha (O Café na Fábrica). Quando eu entrei achei que ele podia ser muito melhor aproveitado, e até disse para o proprietário da época que ele podia servir Brunch aos fins de semana… Enfim, eu com a minha sinceridade, antes de sair virei e perguntei se podia montar um projecto de consultoria para o Café sem custos, e se ele gostasse a gente podia falar no assunto… E assim foi… Depois do projecto… Fiquei com o Café na Fábrica pra mim…
E sim, é totalmente a minha casa, mas não é a segunda, é mesmo a primeira… Quando não estou a viajar estou sempre no Café, é quase impossível eu estar em Lisboa e não passar por lá.

DpmD:  Este espaço... Se tu fosses um café, ele seria exactamente assim?
Carolina: O Café na Fábrica tem muito de mim e da Rita minha sócia. Quem nos conhece consegue identificar bem o que sou eu e o que é a Rita… O Café  é uma continuação de mim…Tem mesmo muito da minha energia naquele espaço, é quase proibido sair triste daquele lugar.

DpmD: Tell us the story of Café na Fábrica ... It is now your second home?
Carolina: Blame it on Time Out magazine (laughs). They did a cover story on the Lx Factory, and I came here to see the whole space. I had lunch there and when I went looking for a place to have a coffee, I got enchanted with the little Cottage (Café na Fábrica). When I got in, I thought "so much better work could be done", and I told the owner he could serve a Brunch on weekends... Anyways, I, with my sincerity, before leaving, turned and asked him if I could put together a draft consultancy for the Caffee at no cost, and if he liked it, we could talk about it ... and so there it was ... There I was... After that project, the Caffe was mine...

And yes, it's totally my home, but not the second, it is the first ... When I'm not traveling I'm always on the Café, it is almost impossible to be in Lisbon and I not going there.

DpmD: This space ... If you were a caffee, would you be exactly like this one?
Carolina: The Café na Fábrica has a lot of me and my partner Rita. Who knows us well can identify where I am and what's totally Rita ... The Café is a continuation of me ... It has much of my energy. It is almost forbidden to leave the place being sad.



DpmD: Como é que a Rita se tornou tua sócia?
Carolina: A Rita veio para completar o time Café na Fábrica. Ela era minha cliente antes de passar a ser sócia. Lembro dela todos os dias tomando chá de limão e comendo uma fatia de bolo... 
Somos diferentes, ela é muito mais organizada (risos) mais séria, eu sou a sonhadora, optimista de natureza. Eu sou dos doces ela dos salgados, eu sou a romântica ela mais práctica... Acho que já aprendemos muito uma com a outra, nos respeitamos muito e hoje ela é como uma irmã pra mim, uma é 8 outra 80, e a junção das duas é o que faz o Café ter o sucesso que tem hoje...

DpmD: How did Rita become your partner?
Carolina: Rita came to complete the team at Café na Fábrica. She was my client before moving on to be my partner. I remember her every day sipping tea and eating a lemon slice of cake ...

We are different, she is much more organized (laughs), more serious. I'm a dreamer, with an optimistic nature. I'm sweet and she is salty, I'm more romantic and she is more practicle ... I think we've learned a lot from each other, we respect each other very much and now she is like a sister to me, and the junction of the two is what makes the Café have the success it has today.


DpmD: Sentes que é um espaço onde tens toda a tua liberdade criativa?
Carolina: Existe uma frase onde diz… Trabalhe no que você gosta e não terá que trabalhar.
Eu posso fazer “quase” tudo o que quiser dentro do Café, isso é o melhor do meu trabalho… Poder criar!

DpmD: Os teus bolos estão a tornar-se muito famosos... se postas uma foto no Instagram, tens uma enchente de pessoas. O que é que os torna especiais?
Carolina: Pode parecer cliché, mas a verdade MESMO, é que eles só são feitos quando eu estou bem e feliz! Quando não estou bem, eles não saem cá pra fora, e talvez essa boa energia seja passada para o bolo… Eu vibro quando estou na cozinha!

DpmD: Do you feel like your Café na Fábrica gives you all the creative freedom you need?
Carolina: There is a phrase that says... Work on what you like and you won't have to work at all.
I can do "almost" anything I want at the Café, this is the best about my work ... Being able to create!

DpmD: Your cakes are becoming very famous ... whenever you upload a photo on Instagram, you have a flood of people. What makes them so special?
Carolina: It may sound like a cliché, but the truth is that they are only made/baked when I am well and happy! When I'm not well, there is no cake. And maybe that good energy is passed to the cake ... I love to be on the kitchen.


DpmD: Que variedades tens? E o que mais se pode provar no Café da Fábrica?
Carolina: A base dos bolos é sempre a mesma… Bolo de chocolate (Porque é uma paixão nacional, ou melhor, internacional) e depois vêm as coberturas… O bolo tem tudo do que eu adoro… Limão… Oreo, morangos, e doce de leite…. Como sou apaixonada pela cozinha, depois é só brincar com os ingredientes.
Temos todos os dias duas refeições diferentes, uma vegetariana e outro prato de carne, fora os seis menus que estão disponíveis o dia todo, servimos pequenos almoços, lanches e jantares de grupo. 
Aos fins de semana, temos o Brunch que é sem sombra de dúvidas um produto chave do Café na Fábrica.

DpmD: What varieties do you have? And what more can you provide the Café na Fábrica?
Carolina: The base of the cake is always the same ... Chocolate Cake (Because it is a national passion, or rather international) and then come the toppings ... The cake has everything I love ... ... Lemon Oreo, strawberries, and sweet milk .... Since I am passionate about cooking, I just play with the ingredients.
We have two meals every day that are different, one vegetarian and one meat dish. We also have six menus that are available all day, we serve breakfasts, snacks and group dinners.
On the weekends, we have the Brunch which is undoubtedly the key product in the Cafe da Fábrica.


DpmD:  O que mais gostas, no trabalho que desenvolves diariamente?
Carolina: Poder fazer um pouquinho de cada coisa, falar com os meus clientes… Já ganhei amigos para uma vida toda por conta do Café.

DpmD: Quais são as partes mais duras em ser-se uma aventureira em terras desconhecidas?
Carolina: O preconceito, ainda existe e é sempre muito chato…

DpmD: Fazes planos para o futuro? Se sim, quais são os próximos?
Carolina: Claro que sim! O próximo passo... abrir um Café em São Paulo… Outros projectos para Lisboa estão por vir… Surpresas!

DpmD: What do you like the most,on the work you develop every day?
Carolina: Being able to do a little bit of everything, talking to my clients ... I've got friends for life because of the Café

DpmD: What are the hardest parts about being an adventurer in unknown lands?
Carolina: Prejudice still exists and it's always very annoying ...

DpmD: Do you have any plans for the future? If yes, what are the they?
Carolina: Sure! The next step ... opening a Café in São Paulo, Brazil ... Some other projects are coming in Lisbon ... Surprises!


DpmD: Que conselhos deixas a quem como tu e eu, quer lutar pelos seus sonhos e construir o seu próprio negócio? 
Carolina: Sonhar… E acreditar nos próprios sonhos, ter confiança em si próprio, acreditar no projecto… O problema é que existem muitas ideias boas, bons projectos… Mas falta coragem para deixar algo para trás e começar o teu próprio negócio.  A vida é feita de escolhas…

DpmD: What advice would you give to whom, as you and I, wants to fight for their dreams and build their own business?
Carolina: To keep on dreaming ... and to believe in your dreams, have confidence in yourself, believe in the project ... The problem is that there are many good ideas, good projects ... but many lack the courage to leave something behind and start their own business. Life is about choices...

DpmD: Onde é que vais estar daqui a 10 anos? 
Carolina: (Risos)… Boa pergunta, espero eu poder estar a fazer ponte aérea entre Lisboa/São Paulo.

DpmD: Para terminar, não posso deixar de te perguntar se gostaste da experiência de passar uma tarde comigo, com o Doce para o meu Doce e com a Starling Film...
Carolina: É impossível não ser bom, temos a mesma energia, sonhamos… Trabalhar assim é muito fácil! Fica o meu desejo de mais e mais pessoas como você para Portugal… Pessoas que acreditam… Sonham e acreditam!!! Sucesso!

DpmD: Where will you be in 10 years?
Carolina: (Laughs) Good question ... I hope I'll be doing an airlift from Lisboa to São Paulo.

DpmD: Finally, I must ask you if you liked the experience of spending an afternoon with me, with Sweet for my Sweet blog and Starling Film ...
Carolina: It's impossible not to have fun, we have the same energy, we dream ... Work is so much easier! It is my desire to find  more and more people like you in Portugal ... People who believe ... They dream and believe!! Success!


Como nota pessoal, o Café na Fábrica tem um toque leve e harmonioso. As cores das paredes convidam à conversa, assim como os móveis vintage cuidadosamente escolhidos.
À janela, no meu cantinho preferido, consegue-se olhar para a rua, por entre as cortinas e as luzes mágicas. De inverno, tudo convida a passar lá o tempo a trabalhar e a degustar.
De verão, a esplanada enche-se de gente bem disposta, que procura um escape aos escritórios da Fábrica.
Os bolos, são cremosos e cheios de sabor. A mousse do interior funde-se com a cobertura, e a capa crocante deixa-me sempre a chorar por mais.

On a personal note, the space of the Café na Fábrica is smooth and sweet looked. The colors of the walls invite to conversation, as well as the carefully chosen vintage furniture.
On the window, in my favorite corner, one can look outside, through the curtains and the magic little christmassy lights. During winter, everything invites you to spend time working there and tasting everything.
In the summer, the space outside is filled with happy people, seeking for an escape from the offices of the Factory.
The cakes are creamy and full of flavor. The mousse inside merges with the toppings, and the smooth and crunchy outside always leaves me wanting more.

Visitem a página aqui!
Visit the page here!

Love, Lu*

11 comentários:

  1. ler uma dose extra de motivação e alegria pelo que se faz logo pela manhã deixa qualquer um bem disposto (mesmo que esteja a chover a potes hehe) ! adorei a entrevista :) beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, eu fico muito inspirada quando estou com pessoas com esta força! :D
      Sinto que até a minha pequena pastelaria há de acontecer um dia***

      Eliminar
    2. "Os sonhos se realizam para aqueles que trabalham enquanto sonham"... fiquei com uma vontade de provar esses bolos!
      Já agora, um dia destes fiz a tua receita de "frango da avó Luisa".. mto fácil e um sucesso, toda a gente achou fantástico.
      1 mto obrigado

      Eliminar
  2. É bom ler postes destes ... inspiradores e com vontade seguir os nossos sonhos


    foodandemotions
    http://fefoodemotions.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes crer, Food and Emotions!
      Adorei fazer este trabalho****

      Vou espreitar o teu cantinho, posso? :D

      Eliminar
    2. Se podes? Claro que sim ;-) e espero que gostes :-D

      Eliminar
  3. Respostas
    1. hahaha! Obrigada, Karma... aí está um comentário que não esperava.
      Sei que passo a vida a vender o meu cabeleireiro, mas a verdade é que ele sabe sempre do que é que gosto... :)
      Fica aqui a página dele de facebook. Se quiseres ir lá experimentar, diz que vais da minha parte. ;)
      Ele é fabuloso!
      http://www.facebook.com/nunodeoliveiracabeleireiro

      Beijinhos!

      Eliminar
  4. O espaço LX Factory é sem dúvida um projecto muito bem " bolado " !
    Só conheço a Taberna e o Landeau, tenho mesmo de voltar para conhecer os bolos da Carolina e da Marta e respectivos espaços :)
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar