Remembering "Só de mim"...


Quando fiz este post... não obtive qualquer resposta. E já era de esperar. Não desanimei. Senti que tinha de ser feito.
Quando escrevi o texto com a minha amiga Joana, senti que o estava a escrever para o Diogo, mas ainda não sabia se ele ia gostar da ideia...
Quando pedi ao Miguel que fizesse a música e a sonoplastia (tratamento de som), nunca esperei que ele lhe desse todo o carinho que eu dei ao projecto... mas ele deu, e o projecto passou a ser também dele.
Quando fiz este post... nunca pensei que o "Só de mim" teria o efeito que teve.
Hoje estou numa montanha russa de novas emoções nostálgicas. Há um ano atrás, o nosso dia de São Valentim foi passado a petiscar à frente do computador, a brindarmos com espumante a cada mil novas visualizações. Foi surreal, foi bom, e foi ainda melhor ter uma equipa perfeita, que do nada, sem dinheiro envolvido, apenas amor ao projecto, se metesse comigo nisto.
Obrigada a todos os que acreditaram no "Só de mim" para aquecer corações. Do fundo de mim, este dia terá sempre uma razão cada vez mais especial para existir!

Love, Lu*

When I made this post... I had absolutely no answers. And I expected that, but it didn't bring me down. I felt like it had to be done.
When I wrote the text with my friend Joana, I felt like I was writing it for Diogo Lopes, but I didn't know if he would accept he deal.
When I asked Miguel to make the music and the sound treatment, I never expected him to put as much love to the project as I did, and soon, it became ours.
When I made this post, I never thought "Só de mim" would have the effect it had.
Today I am in a roller coaster of nostalgic emotions. A year ago, my Valentine's Day was spent eating in front of the screen with Miguel, sipping glasses of champagne whenever the video gained a thousand more views. It was surreal, and it was even better to have a team of friends working with me on it, not for the money (because there was no money evolved) but for the love for it, for the project and for spreading the message.
Thank you, to all of you who believed "Só de mim" was going to be special.

Love, Lu*


Final Credits:
Actor: Diogo Lopes
Written by: Ana Luisa Bairos, Joana Pacheco
Revised by: Margarida Vaqueiro Lopes
Filmed by: Ana Luisa Bairos, Duarte Domingos
Video post-production: Ana Luisa Bairos
Audio post-production: Alexandre Pereira (Miguel)
Original soundtrack: Alexandre Pereira (Miguel)
Production: Diffuse studios (diffuse-studios.com)
Translation and Subtitles: Susana Santos
Special thanks to: Eva Barros, Isa Pinheiro, Susana Santos

18 comentários:

  1. Epá foi aqui que tudo começou. Até arrepia! :)
    Parabéns miúda, espero que continues a ter estes projectos maravilhosos e que sejam sempre um sucesso!
    **

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, querida... tens sido uma fonte de amizade. Ainda bem que fiz este blogue... deu para te conhecer e construir uma bela amizade****

      Eliminar
  2. Confesso que estava à espera da sequela, hoje.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ana!
      Eu própria fiz vários começos para uma sequela... o problema com este tipo de filmes, tem a ver com as expectativas que se criam à volta deles, não só em quem vê, mas também em quem faz (neste caso, eu).
      Fiz algumas histórias, mas em todas senti dúvidas, e achei melhor não dar continuidade para já. Não me sentia 100% segura.
      O "Só de mim", na minha opinião, é daquelas coisas que acontecem por acaso, e que se forem demasiado planeadas ficam sem o impacto desejado.
      Tive medo, sim, que a sequela fosse bestial, ou uma autêntica besta. Nestas coisas, às vezes o segredo para manter a magia está em deixar que ela continue na cabeça de quem se apaixonou pelo primeiro número.
      Odeio quando no cinema fazem sequelas de filmes que já tinham acabado tão bem... e não quis que desse lado sentissem o mesmo com este filminho... :)
      Peço imensas desculpas... e fico triste de não conseguir satisfazer o vosso desejo.... tenho outras ideias a crescer, mas de momento, o "Só de mim" vai continuar a ser filho único, até lhe dar um irmãozinho! heheheh****

      Eliminar
  3. Estou com a Ana 100 Sentidos: a primeira página que abri hoje foi a tua, à procura da sequela.

    Beijinhos e dia feliz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá minha querida!!! :D
      Lê a resposta que dei aqui à Ana 100 Sentidos!
      Muitos beijinhos com saudades*
      Lu*

      Eliminar
  4. Lembro-me bem da primeira vez que vi o vídeo :) De vez em quando ainda o vejo ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom! E fiquei tão feliz de o ver partilhado pelas redes novamente!

      Eliminar
  5. E foi através deste video que conheci o teu blogue!
    Lindo o video, continua ainda, um ano depois :)
    É caso para dizer: então e este ano???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahhahaha... Obrigada Anouska!
      Era como dizia acima à Ana 100 Sentidos... um dia virá uma sequela. ;)
      Para já, não só me fez sentido ficar a observar de longe às novas partilhas do Só de mim (tive esperança de que andasse a circular novamente, e fiquei muito feliz de ver que sim), como achei que talvez esteja na hora de explorar outros conceitos e ideias. :)
      Obrigada pelo apoio e amizade!
      Adoro ver-te pelo Doce para o meu Doce****

      Eliminar
    2. O tua resposta à Ana 100 Sentidos fez-me lembrar este video do TED, que vi há pouco tempo: http://www.ted.com/talks/elizabeth_gilbert_on_genius.html
      De nada, é sempre um prazer visitar o teu blogue :) Beijinhos

      Eliminar
    3. Há videos que nos mudam mesmo a perspectiva das coisas.
      Olhando para alguns dos meus melhores trabalhos, por vezes vem-me à cabeça que nunca mais voltarei a conseguir fazer algo de grande... principalmente porque me assombra a ideia de que todos os vídeos daqui em diante vão ser comparados com os que já foram anteriormente feitos e que tiveram algum sucesso, como é o caso do "Só de mim". Às vezes assombra-me não ter aproveitado melhor a oportunidade que se cruzava à minha frente, e penso, "e se esta maré de criatividade passou e nunca voltar"?
      Acredito que as mentes criativas são as que mais sofrem nos seus empregos que exigem uma cabeça sempre limpa e feliz. Mas somos seres humanos... como combater a angústia e o sofrimento antecipado de que temos de nos superar a cada nova etapa? Como é que se filtram as expectativas que os outros criam de nós e que acabam por fazer pressão na nossa mente?

      "Just do your job, and keep showing up"...
      :D Acalmou-me a alma*
      Obrigada, Anouska**

      Eliminar
    4. :) Achei que era o que estavas a precisar!
      Achei a ideia do "génio" genial :P realmente, pormos em nós toda a responsabilidade do processo criativo é um stress, por isso... se o "génio" que passou por ti para te ajudar no video "só de mim" não voltar a passar (ou essa "maré de criatividade" que falaste) há-de passar outro. Melhor ou pior, o importante é continuares a divertir-te no processo ;) Sem medos.
      Beijinhos

      Eliminar
  6. Está fantástico não admira o impacto que teve. :)

    ResponderEliminar
  7. tão bonito ... não conhecia :p está realmente muito especial e toca lá naquele sítio ...
    muitos parabéns ! continuação de muitas inspirações e concretizações:)

    ResponderEliminar