Brigadoce - yum!


Eu fico tão inspirada por pessoas que vivem do que gostam.
São quem menos dorme à noite, pelos riscos que correm, e porque se não produzirem, não recebem dinheiro para viver. Mas no final, são os que têm os maiores sorrisos na cara, são os que têm as histórias e as aventuras mais doidas... e só isso já é razão para se viver!
Conheci as irmãs do projecto Brigadoce há apenas algumas semanas e apaixonei-me logo. Eu nunca tinha estado com elas e assim que surgiu o convite para ir até lá a casa para ver a preparação de um catering Brigadoce de baptizado, não resisti.
A Tatiana tem o seu curso em Audiovisuais terminado há algum tempo, e depois de vários estágios, continuava sem encontrar um emprego que lhe pagasse... Já a Vanessa, ficou desempregada depois de 9 anos de dedicação como designer na empresa onde trabalhava.
Sempre tiveram o sonho de um dia virem a trabalhar juntas, e quando chegou a altura, em vez de chorarem pela falta de sorte que estavam a ter, começaram a fazer algo de que realmente gostavam: Brigadeiros ao estilo brasileiro mas com uma variante bem portuguesa. E foi assim que nasceu a Brigadoce.

I live inspired by people who do what they love.
Those are the ones who sleep less at night, because of the risks they take, because of the fact that if they don't produce, they aren't payed. But then, in the end, they are the ones with the biggest smiles, with the craziest stories and adventures... and that alone, is worth living for!
I met the Brigadoce sisters a few weeks ago and fell in love with them instantly. I had never met them personally, and as soon as the invitation to meet them at their place came, while they were working on a weekend project, I couldn't resist.
Tatiana finished her degree in new media, and after countless internships, she couldn't find a real job that would pay her decently... Vanessa was unemployed, after dedicating her time and creativity as a designer for 9 years in a company.
They always wanted to work together, and when the opportunity came, instead of crying over their miseries, they started doing what they loved: the brazilian traditional brigadeiros with a portuguese twist of new flavors! And that is how Brigadoce was born.

 

Elas sao uma equipa de 10 pessoas em 2, e com o amor de irmãs que sentem uma pela outra, conseguem organizar-se desde a confecção ao design dos stands para as diferentes festas, a tempo de ainda conseguirem umas boas horas de sono, e quase nada de noites em branco a trabalhar. Que equipa!
Aceitam encomendas e já vendem em muitos locais de topo em Lisboa... que inspiração!

They are a full team of 10 people all in two, and with the sister love they feel for each other, they manage to do it all in time, and still sleep tight at night, without working endless hours until morning. Super team!
They accept orders and they are also already selling in top spots throughout Lisbon... what an inspiration!





Era de tarde quando lhes bati à porta sem saber o que ia encontrar. Como já tinha referido, nunca as tinha visto, e tínhamos apenas partilhado alguns emails. Eu estava curiosa, nervosa, e a sentir-me aventureira.
Senti-me em casa assim que entrei... elas são amorosas, e o que era suposto ser uma visita rápida de uma ou duas horas acabou por se estender até ao final do dia, já que não estávamos a conseguir parar de tagarelar sobre as nossas vidas, desafios, loucuras, o que gostamos mesmo de fazer, o facto de que são seguidoras do meu blogue... e pelo meio disso, comemos brigadeiros de todos os tipos.
A cozinha é nova em folha, acolhedora, e todos os ingredientes são tratados com carinho. Usam luvas especiais e redes para o cabelo. O ar cheirava a chocolate ( o meu preferido!) e eu fartei-me de tirar fotografias a tudo. 

I knocked on their door without really knowing what I would find. I had never seen them, and we had only shared a few emails. I was curious, nervous and feeling adventurous.
As soon as they opened the door I felt at home... they were adorable and what was supposed to be a quick 1 to 2 hours visit, got extended until late afternoon, since we couldn't stop talking about our life challenges, what we loved doing, the fact that they were fans of my blog, and amongst all of that, we ate brigadeiros of all kind.
Their kitchen is brand new and cosy, they treat all the ingredients with care, use special gloves and hair nets. The air smelled like chocolate (my favorite scent in the world), and I couldn't stop taking pictures of their delicacies. 





O produto que estas irmãs fazem é colorido, divertido e fresco. A textura dos brigadeiros é húmida e muito rica e eles não vêm só nos sabores tradicionais de chocolate e côco, não, não, não... estas meninas levaram o conceito a todo um outro nível, tendo descoberto como fazer o melhor sabor de brigadeiro de morango, limão, café e tudo o que possam imaginar. Para além desse produto, têm também os "Mimos", uma sandwich de brigadeiro com bolo de chocolate e topping, o brigadeiro num pequeno frasco, para os mais gulosos, os cones e até cake pops. Acho que dá mesmo para todos os gostos... Cá em casa fizeram sucesso, já que tive o prazer de trazer algumas coisas para casa. O comitté oficial de provas (aka Miguel) ficou fã instantaneamente.

They are so colorful, fresh and fun. The brigadeiros texture is moisty and rich. They don't come only in the traditional flavours such as chocolate and coconut, no no no... this girls have taken it to another level by figuring out how to make the best strawberry, coffee, lemon and everything you can imagine brigadeiros in Portugal. And besides the colorful little sweets, they have the "Mimos" (a mix of a brigadeiro sandwich made with chocolate cake and chocolate topping", the brigadeiros in a jar, cones and cake pops. A product for all tastes I dare to say.
They were a success at home, since I got a present from the girls. Miguel went crazy, and turned out to be an instant fan.




Foi muito divertido ter conhecido a Tatiana e a Vanessa melhor. Espero que depois do meu testemunho, visitem a página de facebook e blogue destas meninas, e deixem-lhes também uma mensagem de amor e de força. Não é todos os dias que encontramos pessoas a lutar contra a crise com o objectivo de fazer os nossos dias mais deliciosos.
Histórias destas fazem-me cada vez mais feliz por ter decidido entrar para o mundo dos blogues. E já que o Doce para o meu Doce está a celebrar o seu segundo aniversário, fica assim o meu presente para vocês!
Love, Lu*

It was so much fun to get to know Tatiana and Vanessa. I hope you do pay them a visit at their facebook page and blog. Show them your support and leave them a message of love. It is not everyday that we see people struggling through a country crisis with such a sweet success in baking and making others happy.
Stories like theirs makes me so thankful for being able to meet so many strong and inspiring people throughout the time I've been having this blog. And since it is my two year anniversary of blogging, I thought this would be a good present for you, as it was also for me.
Love, Lu*


6 comentários:

  1. Ena pá, acho que engordei um quilo só de olhar para as tuas fotos. Adoro brigadeiros, adoro fazer brigadeiros e apetece-me provar todos os tipos de brigadeiros que elas fazem! Babo-me...
    E claro, adoro histórias inspiradoras de quem se faz à vida e procura novos desafios. Mais uma para a minha colecção! :)

    ResponderEliminar
  2. Gosto da ideia de ter engordado só de ver as fotos e ler estas histórias inspiradoras que nos trazes! Obrigada Ana e vou direta ao blogue e facebook da Brigadoce

    ResponderEliminar
  3. Que amooor! E com um aspecto delicioso :)

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. As manas BrigaDoce não poderiam ter ficado mais babadas com tamanho carinho!! Obrigada pelo teu apoio incondicional, força e palavras amorosas! As fotos estão LINDAS e conhecer-te pessoalmente fez-nos acreditar ainda mais no nosso projecto, tens um coração enorme e és uma inspiração para nós! Ana Luísa, MUITO OBRIGADA por tudo * bjinoooo doce *

    ResponderEliminar
  6. Além de doceiras de mão cheia, a mana mais velha é uma querida amiga, a quem desejo tudo de bom! A Vanessa não faz apenas doces, ela própria é um doce de pessoa, uma guerreira lutadora por debaixo daquela capa de fragilidade açucarada. Beijinhos e boa sorte Brigadoce!

    ResponderEliminar