A thing for KLING




Alguma vez vos aconteceu sentir que estão num processo de "reciclagem" de tudo o que está à vossa volta? Nos últimos dois anos, e porque tive alguns eventos determinantes na minha vida, sinto que comecei um processo de reestruturação daquilo que realmente é importante para mim. Desfiz algumas amizades que deixaram de me fazer sentido, mas também comecei algumas novas. Desfiz-me de bens materiais, deixei de aturar os fretes que por vezes passava, parei de ler notícias, porque me deixavam triste, e comecei a procurar apenas aquilo que me interessava saber. Descobri que isso me tornou mais criativa também.
Comecei a ser mais selectiva nos trabalhos que aceito fazer e talvez egoísta em quantidades moderadas para poder ter mais tempo para mim... coisa que pouco acontecia.
Depois, os desafios dos últimos tempos, desde que me tornei freelancer, também me fizeram optar e tomar decisões nem sempre fáceis para conseguir ter alguma sanidade mental... Tive muito pouco dinheiro para o que quer que fosse, e apenas dois anos depois começo a ver alguns frutos monetários do trabalho árduo que tenho vindo a desenvolver, e finalmente comecei a conseguir poupar. Parei de participar em fins-de-semana de "mini-férias" com os amigos, parei de ir a festas, e cheguei a esperar 4 a 6 meses para ir ao Algarve visitar os meus pais.
A gestão de tempo fez-me perceber os meus picos de produtividade, e aqueles dias em que mais vale não fazer nada. Fez-me passar a trabalhar até mais tarde porque descobri que sou mais coruja, e isso sacrificou em muito as minhas relações de amizade, ficando apenas aquelas que me conhecem realmente, que realmente interessam, e que gostam de mim no "matter what".
Comecei a tentar perceber melhor quem sou, e o que gosto de fazer. Daí as experiências com a escola, com as tours. Estou numa pesquisa constante do que quero ser quando "for grande", e decidi que me ia divertir pelo caminho, já que sei que ainda não estou lá.
Há quem diga que estou diferente (e como poderia eu não estar?), que já "não ligo", que desapareci. E eu compreendo, trouxe isso sozinha e com as minhas decisões. Mas sou assim, estou a passar por momentos giros e desafiantes, estou a gostar, e gosto ainda mais de vos ter sempre desse lado.
Love, Lu*

PS: Quanto à roupa, foi amor à primeira vista. A minha colecção de roupas da KLING é séria. É mesmo o meu estilo preferido. Pelo toque vintage, com um pouco de loucura boa e um splash de cores.
Obrigada mais uma vez também a ti, Marta, pelas lindas fotografias que me tiraste. Sinto que me conheces tão bem. A ti, Petra, um abraço que te faz estalar os ossinhos. Obrigada por me dares uma ajuda com o look. Tens um olho para o detalhe o qual nunca me lembraria.

Have you ever felt like you were going through a "recycling" phase in everything in your life? For the last two years, and because I had determining events in my life, I feel like I've started a restructuring process on what really is important to me. I ended some friendships that stopped making sense, and I actually have started some new ones. I left material goods behind, and stopped dealing with moments that didn't also mean anything to me. I stopped reading the news, or watching them on TV because they made me sad, and started reading only the things I wanted to know about. I discovered it made me more creative, actually.
I started being more selective on the jobs I'd take, and became maybe a little moderately selfish to have some time for myself, which wasn't happening much.
Then, with the challenges of the last two years, since I became a freelancer, I also started to take decisions that weren't actually easy to have some mental sanity... I didn't have much money for anything and only two years after, I am starting to see the fruits of my hard work and am finally saving some! I stopped making "mini-vacation" on the weekends with my friends, I stopped going out for fun or buying new things. I even had to wait 4 to 6 months sometimes, to go down to the Algarve to visit my parents.
Time management made me understand my productivity peeks, and the days I might as well do nothing at all. It made me work late at night, since I found out I work better at night, and that also sacrificed my friendships, only leaving the ones who trully like me no matter what, know me, and respect the challenges I decided to go through.
I am trying to get to know myself better everyday, hence the experiences with teaching, and the tours. I am in the constant search of what "I want to be when I grow up", and I've decided I might as well have some fun on the way, since I am not there yet.
There are people who say I am different (and how could I not be?), that I don't call, that I'm gone. I understand that. I brought it upon myself with my decisions. But this is me, and I am going through some fun challenging times, and I am enjoying it, and I love it that you are there on that side!
Love, Lu*

PS: Regarding the outfit, it was love from the very beginning. My collection of KLING clothing is  serious now. It really is my favorite. For the vintage touch and the good crazyness in it, and a wonderful splash of colors. Thank you, Marta, for once again taking my pictures in a way only you can. I feel like myself. And for you, Petra, a hug so big that makes your bones crack! :D Thank you for helping me turn the look prettier. You have given me details I'd never know of.

Fotografia // Photography: Marta Dreamaker
Styling: Petra V. Confashionista
Camisa // Shirt: Kling
Calças // Pants: Kling
Sapatos // Shoes: Springfield
Chapéu e mala // Hat and bag: Vintage
Make up: Kiko Cosmetics
Baton // Lipstick: MAC

7 comentários:

  1. Bonita bonita!! :D te gosto muito!

    ResponderEliminar
  2. Que bonita :) adoro o look. E acho que fazes muito bem em estares numa nova fase da tua vida em que só ligas aquilo que queres e que realmente te faz feliz :) *

    ResponderEliminar
  3. As fotografias e a roupa estão fantásticas... Mas ainda mlehor está tudo aquilo que escreveste sobre traçar o teu prórpio caminho, desfazeres-te do que não te ajuda, apoioares-te em quem e naquilo que dá sentido. Revi-me em tudo o que disseste! (mas ainda me falta a parte do "deixar de aturar os fretes". Alguns deles, pelo menos!! Beijinhos!

    ResponderEliminar
  4. "Alguma vez vos aconteceu sentir que estão num processo de "reciclagem" de tudo o que está à vossa volta?"
    SIM! E, tal como tu, também deixei algumas amizades para trás, entre outras coisas.

    Adoro as fotos, as cores e estás- mais uma vez- maravilhosa, mas gosto ainda mais do facto de teres sempre algo com muito significado e sentimento a acompanhar as tuas fotos. Adoro ler-te! :)*

    www.joanofjuly.com

    ResponderEliminar