NO SEW ENVELOPE CLUTCH - DIY


Olá! Daqui é a Fedra!
Já estamos em contagem decrescente para a tour pelos States das nossas queridas e doces Dream + Star ! Boa sorte, meninas!
Pensei neste DIY, porque tal como no dia-a-dia e ainda mais quando vamos em viagem é sempre super prático ter tudo à mão e organizado, certo?

Esta bolsa, que pode ser em pele (falsa, claro!), feltro ou qualquer tecido mais rijo, é perfeita para guardar o passaporte, notas, cartões, maquilhagem ou telemóvel. Também pode ser uma forma elegante para oferecer um cartão a alguém especial!






Para este DIY reciclei uma mala antiga que tinha um painel frontal em imitação de pele vermelha com um padrão entrelaçado de que gosto muito, mas facilmente encontrão à venda em retrosarias ou lojas de tecidos, vários tipos de imitação de pele ou couro e em várias cores.






Para este DIY vão precisar de:
- 50x50cm imitação de pele ou couro
- Molde (clica aqui para imprimir)
- Furador de couro
- Tacha
- Caneta
- Tesoura

Imprime o molde para a bolsa. Certifica-te que imprimes o tamanho certo.

Recorta o molde e copia-o para a parte de trás do couro.






Recorta o couro seguindo o padrão traçado, tanto quanto possível. Tenta recortar de modo a ocultar a linha da caneta.

Fura os quatro cantos com o furador próprio. O canto superior irá ter um orifício ligeiramente maior para acomodar a tacha.






Une a peça a partir das abas laterais e finaliza com a aba inferior colocando a tacha, unindo assim as três partes.
Podes também personalizar a tua bolsa com tachas, washi tape ou o que a imaginação mandar.

Acabei por fazer também uma versão mais pequenina para aproveitar o que tinha sobrado. Também ficou uma bolsinha super amorosa, não acham?

Divirtam-se!
Xoxo,
Fedra

Autora: Fedra // Fotos: Fedra

Hi! It's Fedra, here!
We're in countdown for our dear and sweet Dream + Star to go on their USA tour! Good luck, girls!
I thought about this DIY, because just like in our daily routine, and even more when we go on the road is always super practical to have everything handy and organized, right?
This bag, which can be in leather (fake, of course), felt or any stiffer fabric is perfect for storing your passport, notes, cards, makeup or cell phone, and can also be an elegant way to offer a card to someone special! For this DIY I’ve recycled an old suitcase that had a red imitation leather front panel, with an interlaced pattern that I really love, but you can easily find this type of material on fabric stores or craft stores.

For this DIY you’ll will need:
- 50x50cm leather or imitation leather
- Template (click here to print)
- Leather Hole punch
- Stud
- Pen
- Scissors

Print the template. Make sure you print it the right size.
Cut out the template and copy it to the back of the leather.
Cut leather following the lines as much as possible. Try to cut in order to hide the pen line.
Punch the four corners with the punch. The upper corner will have a slightly larger hole to accommodate stud.
Join the sides and end with the bottom flap by placing the stud, uniting the three parts.
You can also customize your bag with studs, washi tape or whatever you have can imagine.
I ended up doing also a smallest version with the leftover material. It’s also a super loving little bag, is it not?
Have fun!
xoxo,
Fedra

Autor: Fedra // Photos: Fedra

I don't want to die!



"A vida vale a pena quando você torce para ela não acabar".
Nunca tinha tido coragem para falar-vos nisto até o Miguel me mostrar este vídeo... Mas penso tantas vezes no medo que tenho de morrer. Não pelo morrer em si, essa coisa inevitável da vida. Mas o morrer e não fazer metade do que me deixa feliz. Morrer e não viver metade dos meus sonhos.
Ultimamente tenho tido um nervoso miudinho por causa da viagem que vou fazer com a Marta aos Estados Unidos. Dou por mim a pensar que não quero nada morrer antes de passar por esta experiência! Trabalhar lá fora! O quanto eu sonhei por este momento.
Então dou por mim, de certa forma a rezar (e não sou nada praticante), e a pedir por mais um mês, para que não me aconteça nada de parvo até ir e regressar.
O que de certa forma também é contraditório, sendo que ando a aprender a andar de mota e no outro dia andei a passar carris de um lado para o outro enquanto chuviscava. Mas lá está, é outra coisa que momentaneamente me faz feliz, e que quando estaciono à frente de casa, fico com uma leve tristeza de já ter acabado.
E é nestes pequenos momentos e pensamentos, que me apercebo que gosto mesmo MUITO de andar por cá. Saborear as pequenas coisas, ler, editar, conduzir uma vespa, fotografar, comer uma barra inteira de chocolates, subir ao telhado e ver as estrelas. E foi por isso que este vídeo me fez tanto sentido, e tinha de partilhar convosco. Afinal não há nada de errado com torcer para a vida não acabar. Porque para mim, ela tem valido cada minuto.
Love, Lu*

"Life it worth it when you pray for it not to end".
I had never had the guts to talk to you about this until Miguel showed me this video... But it's true that I quite often think about how scared I am to die. Not for the dying itself, that inevitable thing that awaits all of us. But dying and not having done all that I wanted to do. All that makes me happy. My dreams that I still have to conquer. 
Lately I've had this chill because of the trip I'm about to do with Marta to the US. I find myself thinking that I really don't want to die before doing it. Working outside, oh, what I've dreamt about this moment.
So, I find myself kinda praying (and I don't even pray), asking for one more month, asking for nothing silly to happen to me before I go and until I come back,
Which is kinda contradictory, since I've been learning how to drive Miguel's Vespa for the past month, even on the rain and on tram tracks, which are super slippery. But then, every time it ends and I park in front of my building, I get sad that it's over.
And it's on these little moments and thoughts, that I understand how much I love being here. Savor the small things, like reading, editing, driving that Vespa, photographing, eating and entire chocolate bar, go up on my roof and look at the stars. And that is why this video made such sense to me, and I had to share it with you. 
There is nothing wrong with wanting life to last longer and longer and wishing for it to never end. And to me, it has been worth it every minute.
Love, Lu*
(I will try to find a translation, because this guy really is a genius on public speaking!)

Doce para o meu Doce goes to Mais Mulher TV show!





















"Terça-feira 21 de Outubro
A Pipoca Mais Doce, Stylista, Cocó na Fralda, Quiosque do Ken, Dias de uma Princesa, Pelo Mundo, O Arrumadinho, Doce para o meu doce, Cate and the City!

Na próxima terça-feira 21 de Outubro, os protagonistas da blogoesfera portuguesa sentam-se à conversa com Ana Rita Clara.
Um programa especial que desvenda um pouco mais sobre quem está por detrás de posts que movem milhares de pessoas.
Venha descobrir quem são e como se tornaram casos de sucesso!
Do monitor para o ecrã de TV, não perca no Mais Mulher, terça-feira 21 outubro às 17:30"
Queria mostrar-vos isto... e dizer-vos que quando acontecem estas coisas, o tempo de espera mata-me... e que começo a ficar com bichinho carpinteiro.
O que é que vou vestir, o que é que vou dizer? Oh.... Vá, vai correr bem... Ai que medo! Olha para aqueles bloggers todos tão grandes e conhecidos! Vá, Ana Luisa... respira... Um, dois, três...
Posso contar com o vosso apoio? :)
Love, Lu*

"Tuesday, October 21st
A Pipoca Mais Doce, Stylista, Cocó na Fralda, Quiosque do Ken, Dias de uma Princesa, Pelo Mundo, O Arrumadinho, Doce para o meu doce, Cate and the City!

Next Tuesday October 21st, the faces of the portuguese blog world will sit and have a chat with Ana Rita Clara.
A special show that introduces you and lets you know more about the people behind blog posts that inspire millions people.
Join us and discover who they are and how they became a success!
Don't miss it, on Mais Mulher, Tuesday October 21st at 5.30pm!"

I wanted to show you this... and tell you that when this things happen, the waiting time kills me... and I can't stop thinking about it.
What am I going to wear, what am I going to say? Oh... everything will be alright... scaryyy! Look at all those bloggers, so big and known! Ok, Ana Luisa... breathe... One, two, three...
Can I have your support? :)
Love, Lu*

Balconies that make sense - PARK


Estou apaixonada com o pôr-do-sol deste lugar. Se nunca cá estiveram, então considerem isto um presentinho do Doce para o meu Doce. O Park, no topo do parque de estacionamento da EMEL começa a ficar mesmo muito bom a partir das 17h00 e continua aberto até depois do jantar.
Bebam uns copinhos com amigos ou com o vosso amorzinho, e depois comam coisas boas.
De nada ;)
Love, Lu*

I am in love with the sunset at this place. If you've never been here, than consider this a goodie from the blog. Park bar and restaurant on the top of EMEL's parking lot starts being wonderful around 5pm and goes all the way through dinner time.
Have a few drinks with friends or love outside, and then eat some really nice treats.
You are welcome.
Love, Lu*

PARK
Calçada do Combro,58
Bairro Alto, Lisboa

SUPERFOOD – I HEART CHIA SEEDS


Esta semana trago-vos (Fedra) um DIY em forma de receita, que é uma alternativa saudável e deliciosa para quem quer gosta de comer um doce após o almoço ou um snack a meio da tarde, mas também para quem, como eu, não dispensa um bom pequeno-almoço para começar bem o dia. A semente de chia é rica em fibras e pode ajudar a uma dieta mais saudável mas não vamos exagerar porque como tudo o que é em grande quantidade acaba por se tornar calórico.


Descobri as sementes de Chia há já algum tempo. Provei e gostei. Têm um sabor característico leve e por isso não tem sido difícil encontrar utilizações para estas sementes. Podemos juntá-las a batidos, cereais, bolos ou iogurte.



Não sei dizer se esta receita é um pudim ou uma mousse, porque a consistência é um intermédio entre os dois. A certeza é que não precisa de grande técnica na cozinha. Não temos que usar nem o fogão, nem o forno e o único esforço que temos que fazer é mesmo não comer tudo de uma vez só.

Receita (faz 2 copos)
. 1/2 lata de leite de côco (200 ml) (ou iogurte)
. 100 ml de leite (ou bebida de soja ou leite de amêndoa )
. ½ colher de sopa stevia (ou mel ou açúcar)
. 1 colher de chá de essência de baunilha
. 3 colheres de sopa de sementes de chia*
- 200 gr de morangos frescos

Mistura bem todos os ingredientes (à excepção dos morangos) numa tigela e aguarda 5 minutos até a mistura começar a engrossar. Guarda no frigorífico pelo menos por uma hora – o ideal será deixar de um dia para o outro. 



A consistência do pudim vai depender do tipo de leite de côco. O leite deve ser espesso. Se usares um leite de côco mais líquido, não adiciones o restante leite e caso fique demasiado líquido podes sempre adicionar mais uma colher de chia.
Lava e parte os morangos em pedacinhos. Mistura com um pouco de stevia ou açúcar. Deixa macerar no frigorífico por cerca de três horas. (Não retires os pés dos morangos antes de os lavar, para evitar que absorvam muita água e percam o sabor e a textura).
Na hora de servir é só dividir a mistura por taças, alternando as camadas e terminando com a fruta fresca. Sejam criativos na apresentação.
Além de fruta, também podes adicionar cacau que fica delicioso ou granola para um pequeno-almoço super poderoso!
Aguenta bem 2 dias no frigorífico. Por isso o ideal será fazer pouca quantidade de cada vez.

*CURIOSIDADES SOBRE AS SEMENTES DE CHIA
· 2 vezes mais potássio que a banana
· 3 vezes mais ferro que o espinafre
· 6 vezes mais cálcio que o leite integral
· 8 vezes mais ômega 3 que o salmão
· 12 vezes o próprio peso: é o que ela absorve de água
· 15 vezes mais magnésio que os brócolos

Beijinhos!
Autora: Fedra / Fotografia: Fedra

This week I (Fedra) bring you in a DIY in the shape of a recipe, which is a healthy and delicious alternative for those who love eating a sweet after lunch or a snack in the afternoon, but also for those, like me, that enjoy a good breakfast to start the day. The chia seed is rich in fiber and can help to a healthier diet but let's not overdo it because like everything in large quantities can ultimately become heavy on calories.
I’ve discovered Chia seeds for some time now. Tasted and liked. They have a light flavor, and it has not been difficult to find uses for these seeds. We can put them to smoothies, cereals, cakes or yogurt.
Can’t say if this recipe is a pudding or a mousse, because its consistency it’s similar to both. I can assure you that you don’t need a great kitchen technique in the to do this recipe. You don’t have to use the stove or oven and the only effort is to try to not eat it all at once.

Recipe (makes 2 cups)
. 1/2 can of coconut milk (200ml)
. 100 ml of milk (or soy drink or almond milk)
. ½ tablespoon stevia (you can use honey or sugar)
. 1 teaspoon of vanilla extract
. 3 tablespoons chia seeds *
. 200 gr of fresh strawberries

Mix all ingredients (except strawberries) in a bowl and wait 5 minutes until the mixture begins to thicken. Put in the refrigerator for at least one hour - ideally leave it overnight.
The consistency of pudding depends on the type of coconut milk. The milk should be thick. If you use a more liquid coconut milk, don’t add the remaining milk and if it gets too much liquid you can always add a tablespoon of chia.
Wash and cut strawberries into small pieces. Mixwith a little stevia, or sugar. Let it sit in the refrigerator for about three hours. (Do not remove the feet of the strawberries before washing, to avoid absorbing too much water and lose flavor and texture).
To serve, just divide the mixture into cups, alternating layers and ending with fresh fruit. Be creative in your presentation.
In addition to fruit, you can also add cocoa, it’s delicious or granola for a powerful super breakfast!
You can keep it for 2 days at refrigerator. So the ideal is to do a little amount of time.

*Facts about Chia seeds:
• 2 times more potassium than a banana
• 3 times more iron than spinach
• 6 times more calcium than whole milk
• 8 times more omega 3 than salmon
• 12 times its own weight: is it absorbs water
• 15 times more magnesium than broccoli

xoxo!
Author: Fedra / Photography: Fedra

The Confashionary is on fire!





A linda Petra pediu-me fotos de style para o seu The Confashionary. Eu disse ok. Ela apareceu assim. Fizemos o que podem ver aqui no Doce, e mais algumas aqui.
O que dizer desta miúda? Nem sei... neste dia acho que tive mega girl crush!:D A tua segurança e elegância inspiraram-me, amiga.
Gosto-te.
Love, Lu*

 The beautiful Petra asked me for photos for her The Confashionary blog. I said ok. She showed up like that. We did what you can see above, and some more on her blog post here.
What else can I say? I don't even know... I think I had a huge girl crush on that afternoon! Your elegance and aplomb inspired me, my dear friend.
Love ya.
Love, Lu*

Whoaa! Breathe and Reboot!


Tenho sido uma feia, feia menina. Parece que vos abandonei, eu sei... e todos os dias olho para o Doce a sentir que ele está sozinho e cheio de frio (ou calor! Que tempo é este, meu Deus?).
Se acompanham a minha página de Facebook e de Instagram, conseguem perceber que não andei a procrastinar, armada em diletante que resolveu que não lhe apetece escrever e que se lixem os outros.
Nada disso. Estava com tantas saudades de aqui vir, que vocês nem imaginam :)
Tenho triliões de ideias que ainda não consegui meter em marcha, porque simplesmente sou uma péssima gestora do meu tempo... em adição a isso, trabalho demais.
Ser freelancer, ou empresária de nome individual tem mesmo muito que se lhe diga. E quando se decide estar em milhentas frentes, como é o meu caso, porque sou maluquina e porque adoro tudo aquilo em que me meto... uff. Podemos mesmo ficar com toda a agenda ocupada. Cada segundo, cada milisegundo.
Mas não quero que isto seja um post de queixumes. É um post absolutamente feliz! Acreditem.
Quero vir aqui dizer-vos que ontem, e porque me obriguei a deixar o computador no trabalho, para não ter como trabalhar em casa, parei, sentei-me no sofá com um livro na mão (livros ainda existem!! yay!!) e parei finalmente para pensar no meu último mês e meio.
Nos outros todos anteriores também, claro... mas este último mês e meio foi algo de inacreditável.
Chegar ao final de Agosto e não ter um único trabalho marcado para Setembro fez-me dormir mal duas noites. Duas noites em branco, literalmente. Depois, em apenas 3 dias, e porque parece que tenho mesmo uma estrelinha a olhar por mim, fiquei completamente cheia. Entre casamentos, vídeos e tours, Agosto e Setembro ficaram especialmente marcados pelo o lançamento do site da Giggles e o lançamento do projecto Dream-and-Star.
Não tive um único dia de folga, mas valeu cada segundo. Não sei como vos descrever o vaivém de emoções. É demasiado bom para ser verdade.


Encostei-me no sofá, com dois gatos giros ao colo, e pensei em tudo o que tinha acontecido nos últimos dias. Sabem a que conclusão cheguei? Que é muito giro mostrarmos trabalho e as coisas em que trabalhamos, e tal, mas mais importante que isso, é que não teria feito NADA sem as pessoas talentosas que me rodeiam.
Num destes dias, ao conversar no skype com a minha melhor amiga, emigrada em Londres, levei um safanão daqueles como nunca tinha levado antes. Caí no erro de me queixar por não conseguir ter vida pessoal. Não saio à noite, não vejo amigos, sou cobrada por isso constantemente... "Ê pá. Ninguém te põe a vista em cima!" "Ê lá, então, como está o trabalho?". Apercebi-me de que eu não sabia falar de mais nada a não ser trabalho. Estava farta de me ouvir. Não participava das conversas dos outros, não sabia do que estavam a falar... e consequentemente, a única conversa que conseguiam ter comigo também era sobre trabalho. Ao dizer isto à minha amiga, ela disse-me: Ana Luisa... ser empreendedor dá muito trabalho, é verdade. Muitas horas à frente do computador, nos emails, ao telefone, muito tempo sem dormir. Mas no final de tudo, só é empreendedor, um verdadeiro empreendedor, quem sabe delegar e partilhar. Não fiques com tudo só para ti. Tens pessoas que gostam tanto de ti, do que fazes, que adoram trabalhar contigo. Levanta a cabeça do computador e descobres que há pessoas que te podem ajudar.
Confesso-vos. Caiu-me a ficha. Cheguei à conclusão de que tinha tanta vontade de fazer tudo à minha maneira, que me sobrecarregava sem necessidade. E por estar a fazer exactamente isso, prejudicava-me a mim mesma, à minha saúde... àqueles que me são importantes.
É importante saber dar, deixar entrar pessoas que gostam dos projectos. Elas trazem frescura, ideias novas, e ajudam-nos com gosto e carinho num projecto que lhes faz sentido. Porque é que eu andava a ser tão parva?



Assim... começou um tempo de "desmame".
Custou-me por exemplo horrores ver a Cíntia a trabalhar tanto no site da Giggles... matava-me só a ideia de que não a estava a ajudar como queria, porque estava com tanto trabalho da Starling para entregar. Depois deste safanão... abri os olhos, e encantou-me ver o quão bonito estava tudo a ficar. A nossa página Giggles é dos meus tesouros mais preciosos, e eu não fiz um único elemento de design. Apercebi-me do quanto gosto mesmo daquela miúda, e do quanto o projecto está em boas mãos. Já o sabia antes, mas vê-la a trabalhar nele com tanta paixão fez-me descansar. Saber que podia virar-me para mais coisas, dando sempre um apoio quando ela precisasse que eu o testasse, ou que visse se faltava algum botão, tentar fazer compras na loja online.
Obrigada Cíntia, minha querida. Foste criativa, incansável, trabalhadora... és tão talentosa. (Obrigada também a ti, Sérgio, que implementaste tudo, e que nos programaste a loja, dando-nos as tuas horas livres. Obrigada.)
Depois, a Dream-and-Star... eu e a Marta andávamos já há algum tempo com ideias de nos juntarmos para fazermos algo bonito juntas. Uma marca de Destination Weddings de que nos orgulhássemos muito. Nunca pensámos, no entanto, que algo de tão delicioso nos caísse em mãos. Chegou até a nós o contacto de uma Wedding Planner dos Estados Unidos, que ao vir a Portugal procurava alguém com quem fazer uma Wedding Styled shoot. Sem sequer pensarmos no trabalhão que aquilo daria, mergulhámos na aventura. Tinha de ser. Mais uma vez, vem-me sempre ao de cima o começar a pensar em como a comunicação das coisas vai ser, o estilo, isto e aquilo... a Marta começou também a pensar em tudo do seu lado, e todos os dias a qualquer hora, tinha 30.000 mensagens dela para ler, com a excitação do projecto. Apercebemo-nos de que temos diferentes valências, e que podíamos meter isso a mexer para nosso benefício. Então metemos o projecto Dream-and-Star em andamento, cada uma com as suas funções, e dando opinião sobre o que a outra fazia, mas sem interferirmos ou incomodarmos. Quando o site nasceu, criámos regras de utilização só nossas, vimos como poderia funcionar, e fiquei tão feliz de saber que as coisas estão também em tão boas mãos. Que não preciso de estar feita maluca a ver os emails de meia em meia hora, ou os posts do facebook, ou os tweets. Estamos organizadas, temos tempo para os nossos projectos pessoais, ela com a Dreamaker e eu com... bem... as minhas trezentas mil coisas... e temos já as passagens marcadas para irmos ao encontro da District Weddings que nos lançou, e para voltarmos a trabalhar com ela em Washington DC e com contactos nossos para Nova Iorque e Boston. Obrigada Marta, por partilhares deste pequeno sonho comigo. Para que servem as vitórias e as realizações, se não as pudermos partilhar com outros? Obrigada também a ti, Jeannette, por toda a ajuda e tempo que passaste connosco. Por nos ensinares tanto daquilo que é esta realidade nos Estados Unidos, por todas as coisas bonitas que escreveste sobre nós, e por seres sempre tão querida.



Decidi depois começar a tentar organizar-me na Starling. Não estou ainda no ponto... estou bastante longe disso, mas o começo está a deixar-me feliz. Encontrei quem me ajudasse com a nova imagem, em Novembro vou avançar com o novo site, e decidi que vou finalmente escolher um editor de vídeo para trabalhar comigo. Obrigada a todos os que me enviaram vídeos e contactos. Prometo escolher em pouco tempo... desculpem não ter dito mais nada, mas fiquei sem tempo nas mãos. Tenho o objectivo claro de estar a responder-vos a todos em breve. Não será um full-time ou um part-time, mas será por cada trabalho. É o que consigo oferecer.
Por fim, falei com uma querida amiga, que tinha tempo em mãos, e pedi-lhe ajuda para o restante trabalho de que não dou conta. Ainda tenho DVDs para enviar a alguns casais que fotografei e cujo material apenas enviei por internet, tenho emails para organizar e preciso de editar milhentas fotos. Combinámos um acerto de horas por semana, e estamos agora a pensar num valor monetário que compense o tempo que ela dispõe para mim.
Preciso que percebam que não estou nem sou rica, de forma nenhuma. Ficarei num sítio "modesto -1", mas descobri que preciso da sanidade mental mais do que ter dinheiro que não uso porque estou enterrada em trabalho. Dinheiro não é mesmo tudo. Cheguei à conclusão de que não aspiro mesmo a ser rica. Quero viver de forma a poder apreciar as pequenas coisas... coisas essas que me escapam nos dias que correm. Como os dias de sol que estão a acontecer esta semana, e que só vejo pela janela, o namorado novo de um amigo meu, que estou há 4 meses para que ele mo apresente... Os meus pais, que ainda só visitei no Algarve duas vezes este ano, e um dia em cada uma das vezes. Preciso de tempo para me inspirar, ler, namorar e trabalhar de forma saudável, a horas mais normais.
É verdade que tudo o que tenho se conquistou com muito trabalho, e porque existem todos vocês desse lado, que têm sido imensamente maravilhosos comigo. Têm partilhado o meu trabalho, e ele tem crescido e tem sido mais constante. Obrigada. Obrigada... obrigada.
Isto permitiu-me chegar agora algumas poupanças para o lado, para poder atribuir finalmente tarefas... ser ajudada e ajudar quem também precisa.
Espero assim estar no bom caminho para me tornar numa verdadeira empreendedora, e um dia descobrir que tenho espaço para mais projectos e mais ideias frescas... com pessoas que me são queridas comigo neste barco. Porque quero nesta vida construir um dia uma equipa de sonho, que goste de trabalhar comigo, e não para mim.


Obrigada a todos os que me aturam, ajudam, amam. Obrigada minha amiga Lili, pelo safanão. Prometo começar a organizar-me. Prevejo que ganharei mais vida, e que com o tempo as coisas vão melhora, e que com ambição e amor tornar-se mais fortes. Estou a começar uma jornada de aprendizagem, de aprender a delegar e partilhar, e de ensinar também... Oh... e não quero nada falhar. Por favor, se é que Deus existe, Ele que não me deixe falhar.
Estou a abrir portas aos meus piores medos para perder a mania de querer fazer tudo sozinha.
Só de pensar nisso... é difícil... mas já me parece tão boa ideia.
É bom estar de volta!
Love, Lu*


Fotos // Photos: Marta Dreamaker
Vestido // Dress: A Showroom - KLING
Alparcatas // Shoes: Close Things
Mala // Bag: Feliz é Quem Diz


I have been an bad, bad girl. It seems I've left you, I know... and I look at this blog every day and feel like it is feeling all alone and cold (or hot! Whats going on with the weather here, good God?).
If you follow my Facebook page and Instagram, you'll be able to see that I haven't been procrastinating, or not wanting to write you at all.
None of that. I've missed so much being here, that you can't even imagine :)
I've been having trillions of ideas that I can't put together because I am simply a poor manager of my time... in addition to that, I have too much work to get done.
Being a freelancer and entrepreneur has a lot to be said. And when you decide to be in thousands of fronts, like I do, because I'm a bit nuts and because I love everything I put my mind into… uff. My schedule is over booked. Every second, every millisecond.
But i don't want this post to be whining one. It is an absolutely happy post! Believe it or not.
I wanted to come here to tell you that yesterday, and because I forced myself to leave my computer at work, to avoid working at home, and I stopped, sat down on the couch with a book in hand (there are still books in the world!! yay !!) and I finally stopped to think about my last month and a half.
This last month and a half was something unbelievable.
So i reached the end of August and didn't have a single job scheduled for September. It made ​​me barely sleep for two nights. Literally. Then, in just three days, and because I seem to have a star looking over me for some reason, I was completely full. Between weddings, tours and videos, August and September were particularly marked by the launch of the Giggles website and the launch of the Dream-and-Star project.
I didn't have a single day off, but it was worth it every second. I don't know how to describe the emotions shuttle I have in me right now. It's just too good to be true.
I laid back on the couch, with two super cute cats on my lap, and thought about everything that had happened in the recent past few days. Do you want to know what came to my mind as a big conclusion? That it is really good to show work done, and such, but more importantly, that I would have never gotten so far without the talented people who surround me and keep me inspired.
One of these days, while making a skype call with my best friend, emigrated in London, she shook me like no one had ever done before. My mistake was to have ever complained about not being able to have a personal life. I don't go out at night, I never see my friends, and I am constantly reminded of it… "Hey you. Nobody ever gets to see ya these days!" or "Hey, Lu, so how's work?". I realized that I wasn't being able to talk about anything else but work. I was sick of hearing myself speaking. I never participated in the conversations my friends had, I didn't know what they were talking about ... and consequently, the only conversation they knew how to have with me was also about work. In saying this to my friend, she told me: "Ana Luisa... it's true that being an entrepreneur is hard work. Many hours on the computer, emails, you're on the phone for too long, you don't sleep. But at the end of it all, a real entrepreneur, is someone who knows how to delegate and share. Don't keep it all to yourself. You have people who love you so much, who love what you do, who would love to work with you. Lift your head from the computer and you'll discover that there are people who can help you, and would be glad to do so."
I have to confess. This made me rethink my entire life. I concluded that I always want to do everything my way so badly, that I overburn myself unnecessarily. And that by doing exactly that, I've harmed myself, my health... and those who are important to me.
It is important to let go, to let in people in when they love the projects. They bring freshness to them, new ideas, and help us with love and care in a project that makes sense to them. Why I have I always been so silly?
So with this said, I've been trying to make changes on the way I operate in life in general, work and personally.
It costed me such horrors see Cíntia working like crazy on the Giggles website... Just the idea that I wasn't helping her like I wanted killed me, because I was so full of work to finnish on my Starling project. After my Skype call... I opened my eyes, and was amazed to see how beautiful everything was getting. Our Giggles page is my most precious treasure, and I haven't done a single design element. I realized how much I like that girl, and how the project is in such good hands. I already knew before, but seeing her working on it with such passion made ​​me rest. Knowing that I could turn my attention to more things, although always giving support when she needed me to to test it, really helped me sleep better at night.
Thank you Cíntia, my dear friend. You were a creative, and tireless worker... you are so talented. (Thanks also to you, Sérgio, you implemented and programmed everything so well, and you gave us your free time… oh, Thank you.)
Then, let's talk about Dream-and-Star… me and Marta had been putting some ideas together to do something beautiful with our photography skills. We wanted a Destination Wedding brand that would make us proud, but we never thought, however, that something so delicious could ever fall on our hands. A wonderful Wedding Planner from the United States came up to us, and said she was coming to Portugal and was looking for someone to make a Wedding styled shoot with her. Without even thinking twice, we said yes. It had to happen. Again, I always start thinking about how things will be done in communication, style, and this and that ... Marta also began to think of everything on her side, and every day, at any time, I'd have 30,000 messages to read from her, with the excitement she had for the project. We realized that we had different gifts, and that we could get them to work on our benefit. 
So we started the Dream-and-Star project, each of us with our different roles, and giving opinions about what the other was doing, but not interfering or bothering. When the site was born, we had created our rules of working on it, we saw how it worked out, and I was so happy to know that things were also in such good hands. I didn't need to be constantly checking our emails every half hour, or facebook posts, or tweets. We were organized, and we had time for our personal projects, she with Dreamaker and I... well... with my three hundred thousand things... and now we are on our way to our first trip together, to work with District Weddings in Washington DC, and with other contacts in New York and Boston. 
Thank you Marta for sharing this little dream of mine. What are victories and achievements, if we can't share them with our special friends? Thank you also Jeannette, for being such a good friend, and for teaching us so much of the reality of this field in the US. For the beautiful things you wrote about us, and for being so sweet.
Then I decided to start organizing myself on Starling. I am not yet there... I'm pretty far from it actually, but the beginning is making me happy. I found someone to help me with with the new image, in November I'll move to the new website, and I've finally decided that I'll be choosing a video editor to work with me. I have to say thanks to everyone who sent me videos and emails about it. I promise to choose soon... I'm so sorry I didn't say anything yet, but I ran out of time on my hands. I have the clear goal now to be responding to you all soon. It won't be a full-time or part-time, but it will work on each new project. It's what I can offer for now.
Finally, I spoke with a dear friend who had time on her hands, and asked her to help with the remaining work that I can't handle. DVDs that I still haven't sent to some of the couples who I photographed and whose material was only sent though the internet, emails I need to organize while editing thousands of photos.
We agreed to a settlement of hours per week, and are now thinking about a monetary value that compensates the time she has for me.
I need you to understand that I am not rich nor am I in any way someone with a very nice bank account. I'll be now in a place that is "modest -minus-1 or 2", but I found out that I need sanity more than having money I do not use because I'm buried in work. Money isn't everything. I came to the conclusion that I do not even aspire to be rich. I want to live in order to be able to appreciate the little things... those things that escape me these days. As the sunny days that are happening this week, and I only see through the window, my boyfriend, my friends, my parents whom I've only visited twice this year in the Algarve and only for a day each time. I need time to get inspired, I reading, dating with Miguel and work in a healthy way, on normal hours.
It is true that everything that I've conquered so far happened only because I worked really hard, but also because of you on that side, who have been wonderful to me. You've shared my work, and it has grown and has been more constant. Thank you. Thank you ... thank you.
This allowed me to now have a way to finally assign tasks... be helped and help who also needs help.
So I hope to be now on the track to becoming a true entrepreneur, and one day I hope I can get to discover that I have room for more projects and more fresh ideas... with people who are dear to me and want to be in this boat with me. Because I want to one day build a dream team, who enjoys working with me, and not for me.
Thank you to all of you who bear with me, help me, love me. Thank you, my dear friend Lili, for waking me up.
I promise to get organized. I can predict that I'll have more life, and I hope that with time, things will get better and better and stronger. I hope not to fail. Please, if God exists, please tell Him to not let me fail.
I am opening the doors into my biggest fears of not having the one doing all the work.
It sounds hard... but like a very nice idea.
It's good to be back!
Love, Lu*