Giveaway Caderno de Receitas Doce para o meu Doce e Nuts for Paper


Sei que estou com uma cara estranha na thumbnail... mas o vídeo é feliz! :D
Hoje faço-vos uma visita guiada pelo Caderno de Receitas Doce para o meu Doce e Nuts for Paper e é isso mesmo que está a valer para um super Giveaway!


A juntar à festa, estamos também a oferecer dois caderninhos de notas com o design exclusivo do Doce para o meu Doce! Ao fazer as impressões para a capa, as meninas Mafalda e Catarina repararam que sobrava algum papel, e então, toda essa quantidade a mais, para não ir para desperdício, serviu para fazer os bloquinhos!
Eu adoro-os, e andam comigo para todo o lado!

Para entrarem no Giveaway, só têm de:
1- Deixar like na Página de Facebook do Doce para o meu Doce;
2- Deixar like na Página de Facebook da Nuts for Paper;
3- Partilhar a imagem do passatempo (a primeira deste post);
4- E preencher o formulário abaixo com os vossos dados!


O passatempo termina à meia noite do dia 24 de Dezembro e o dia de Natal (a 25), anunciaremos o/a vencedor/a nas nossas várias redes sociais e enviaremos um email pessoal.

Se também tiverem o interesse de oferecer o Caderno de Receitas Doce para o meu Doce a alguém especial este Natal, basta seguirem este link, que vos leva aos preços e ao processo de produção de cada exemplar. Relembro que são desenhados, impressos, cortados e cozidos à mão pela Mafalda e Catarina. Um trabalho manual e pêras! :D
Boa sorte!
Love, Lu*

Visiting Bloglovin HQ




Durante o meu tempo nos Estados Unidos, tive também a oportunidade de conhecer a sede do Bloglovin! Tudo começou há uns meses atrás quando fui contactada por Skype por um dos membros da equipa. Antes de mais... a surpresa por ter sido contactada (sentir que uma plataforma tão grande sabia que eu existo, foi algo de feliz e inesperado). Depois, a simpatia com que fui recebida, e por fim, as dicas e a partilha que tivemos durante quase uma hora. No final da chamada, disse que iria a Nova Iorque daí a uns dois meses, e ficou agendada uma visita logo nesse instante, sem pestanejar.




Ao chegar a Nova Iorque, fomos muito bem recebidos pela Fionna. Passeámos por um bocadinho, ela levou-nos a Bryant Park, e ainda nos convidou para jantar.
Lá, agendamos certinho a minha visita à sede para conhecer tudo, e, mal sabia eu, conhecer até um dos co-fundadores.


Já na sede, o Johan e a Fionna (que gerem o departamento de comunidade da Bloglovin) foram fantásticos. A sede fica no Meatpacking District, que é uma zona muito in the Manhattan, mesmo junto à High Line, onde eu e o Miguel fizemos estas fotos.
O escritório é de facto um sonho. Provavelmente o meu escritório de sonho. As paredes de tijolos (que aprendi com o Johan que existem porque antigamente ficava mais barato construir os prédios uns ao lado dos outros e usar sempre a parede que já lá estava do anterior, juntando depois só as restantes), as janelas altas, a decoração moderna e minimalista... A luz que entra naquele local, senhores!

Quando eu me preparava para me sentar, chegou o Mattias, um dos co-fundadores da Bloglovin, e todos começaram a vestir os casacos. Não percebi a principio onde estávamos a ir, mas foi com surpresa que daí a poucos minutos estávamos os 5 a beber chocolate quente num café perto da sede.
Juntos, falámos do Doce para o meu Doce, do que se tem estado a passar com ele, as colaborações, os passeios, o facto de ter entrado para o IOL, as parcerias que têm vindo a criar-se... Depois, falámos sobre o Bloglovin, e sobre a sua história desde o princípio. Ouvi-os atentamente e tentei beber o máximo de informação possível. Quando começaram o projecto que um dia seria o Bloglovin, ele estava muito longe de ter o sucesso que tem hoje. Tiveram várias ideias atrás de ideias que foram rejeitadas, deitadas fora, mas nunca, nunca desistiram.

A forma aberta como conversámos sobre estes assuntos, até os mais sensíveis, inspirou-me grandemente. Saber que não tiveram nada oferecido, que tudo o que hoje representa o Bloglovin e o quanto cresceu veio de tanto trabalho e luta... e que hoje estão em Manhattan a trabalhar e com já vários escritórios pela Europa e EUA, fez-me realmente sentir que estou no caminho certo. Fez-me acreditar mais em mim e nas batalhas que travo diariamente para continuar a ser self-employed, minha própria chefe, com projectos que ainda são tão pequeninos mas já com tanto amor.
Depois, ensinou-me a agradecer mais vezes. Falámos de alguns blogues muito grandes dos Estados Unidos que já os mencionaram no passado, que usam a sua plataforma e o quanto os ajudaram a crescer. Eles fizeram-me sentir que não se esquecem nunca de quem lhes tem carinho.

O nosso lanche foi maravilhoso... do princípio ao fim. Partilhámos ideias daquilo que é o Doce e daquilo que é o Bloglovin, falámos do ponto de vista dos blogues em Portugal e de como o Bloglovin é visto cá.
O que me deixou mais derretida, foi o sentido de comunidade. Sentir que aquelas três pessoas tiraram tempo das suas vidas e do seu trabalho, das suas reuniões para beberem chocolate quente comigo e com o Miguel. Dois simples humanos, uma blogger pequenina... e saber que importo para estas pessoas.

Quando pensava que estava na hora de terminar a tarde, fui ainda convidada para um momento recorrente de team building na sede... é que durante a hora de trabalho, ninguém deve nem pode incomodar as abelhas trabalhadoras que dão vida à Bloglovin... Mas no final do dia, acontece o "Fika": Uma tradição sueca (sendo que a Bloglovin é sueca, assim como o Mattias e o Johan), onde todos terminam o trabalho e se juntam à volta de uma mesa para conversarem, criarem laços e descomprimirem de um dia intenso. Desta vez, como o Johan tinha acabado de chegar de uma visita a casa na Europa, trouxe uma data de coisas boas, e tradicionais.
Depois do Fika, todos podem ir para casa, ou continuar no escritório. A Bloglovin dá a liberdade aos seus trabalhadores de fazerem o seu trabalho como melhor lhes convier e nos horários em que são mais produtivos, com a regra de que em dia X, o objectivo tem de estar cumprido.

Como jovem empreendedora que me considero, e com um longo caminho a percorrer, isto fez-me TODO o sentido do mundo.
O meu pior pesadelo sempre foi a questão das horas de trabalho em consonância com a criatividade e produtividade. Não consigo mudar o facto de que não produzo NADA da parte da manhã. Mas que se começar a trabalhar às 15h, não paro até ter os meus objectivos cumpridos, e trabalho com gosto. Ora, como devem perceber, sempre fui extremamente infeliz num trabalho das 9h às 17h. Tinha de ser, e dava o meu melhor, mas carburava sempre em modo speed a partir das 14h30/15h00. É simplesmente a forma como estou programada. Na faculdade nunca acordei de manhã para estudar, mas sempre adorei colar-me aos livros depois de jantar, e só assim é que estudava com prazer.
Quando já tenho projectos em que preciso de sub-contratar, esse é o espírito que tento sempre incutir: Não preciso que me digas se estás a trabalhar ou não, não preciso de saber se preferes trabalhar de manhã ou de noite, ou de pernas para o ar. Faz com carinho e com paixão, ao teu tempo, estou aqui se precisares de mim.

Este é o Mattias! Na foto acima! Depois do nosso lanche, ele despediu-se de nós e vi-o a cada 15-20 minutos, a sair de uma reunião e a entrar noutra, a sair e a entrar, e a sair e a entrar. Trabalho, dedicação... sonhos. E que pessoa querida! Tivemos a oportunidade de falar também sobre as saudades de casa. E o Mattias já mal podia esperar para ir ter com a família. É que Manhattan é uma cidade maravilhosa, mas a família continua a ser tudo no mundo.
As próximas fotografias são já depois do Fika e de quem ainda ficou a trabalhar. Equipa jovem, bem disposta, internacional.
Obrigada, Bloglovin! A visita foi uma grande inspiração para mim, e conhecer-vos pessoalmente ainda mais. Espero que este primeiro contacto seja um de muitos, e que 2015 nos traga mais visitas, mais encontros, e quem sabe... projectos!
Love, Lu*


PS: Só uma observação muito tolinha... mas eu ADORO o sorriso do Miguel na primeira fotografia. Aquele, meus senhores e senhoras... é o amor da minha vida. E é com aquele sorriso tímido que quero viver para sempre. Obrigada a ti Miguel, por me teres acompanhado nesta tarde, quando nem sabias bem o que era o Bloglovin! Todos gostaram muito de ti, e tu sabes*.


During my stay in the US, I also had the chance to see the Bloglovin HQ! Everything started a few months ago when I was contacted through Skype by a fellow worker from Bloglovin. Before I start, I have to say that I was happily surprised (being contacted by such a known platform, when I'm here in my small corner... wow.), then, the sweet way how I was treated, and learning that my opinion mattered, the way we shared ideas and even chatted about other blogs we liked in common. By the end, I said that I was actually going to Manhattan in about two months, and without blinking, I was invited to visit them when there.
Arriving in NYC, we were really well welcomed by Fionna. We walked a little, she showed us Bryant Park and the ice skating ring and invited us for dinner.
There, we settled the time for our visit, to meet everyone.
On the HQ, Johan and Fionna (from the community dept) were super sweet. The Bloglovin HQ is in the Meatpacking District, near the High Line where on the same day me and Miguel did these pics.
The office is to die for. Big, with high brick walls (which Johan explained me that exist because it was cheaper back in the days to make buildings using the outside walls of the ones that were already there before), the decor is very minimalistic but with just about enough. And the light that gets in those windows guys... wow.
As I thought we were going to sit down and chat, Mattias, one of the co-founders also arrived and took us to have hot chocolate. Seriously, if you take me anywhere for hot chocolate, I'm your best friend forever. On my way I was actually thinking "gosh, I could really have some hot chocolate right now, but I'll maybe ask for some tea to look more professional and grown up". But then, we sat, and Mattias asked for hot chocolate! Ok... he made my day.
Together, we spoke about Doce para o meu Doce, about how its been growing in a very beautiful way, and about Bloglovin, and its struggles since the beginning. It was actually SUPER inspiring to know that life wasn't easy at the very start. Before being Bloglovin, they had several ideas that people weren't accepting or thought weren't good enough. It was so inspiring to see that they fought for their ideas and dreams, and never, ever gave up until they became what they are today. It really inspired me, as a small business owner, to be strong, to believe in myself. Good things can happen to those who believe.
Also, they made me see that you should always have a good dose of thankfulness. That they don't forget the big blogs of today that liked them and spoke about them, shared their message and helped them. Or their friends who first tried Bloglovin and helped them be better.
I should say thank you more times. So thank you... to all of you who read me. 
When I thought we were about to leave, I was invited to a vey special moment at the HQ. 
So, when the busy bees are working, you do not interrupt them. Let them concentrate and do their thing. But at the end, there is something called "Fika". A Swedish tradition brought by the Swedish members of the team, where all the team gets together around a table for a moment of relax, decompress and hanging out with each other. Johan had just come home from Sweden, and even brought a few delicacies to everyone.
After Fika, you can choose to go home or stay. Bloglovin gives their staff a task, a goal to achieve, and the liberty for people to work on it at their own pace and productive ways until the final deadline, where the task has to be completed.
As a young entrepreneur, this made ALL sense to me.
My worst nightmare had always been working ours and productive hours. I can't change the fact that I'm a lousy worker during the mornings, but that I work really well during the afternoon and night. It's just the way I'm wired. Even when I was a student. I could never wake up with the purpose of studying. But would gladly do so during the night. So I've always felt miserable on jobs from 9 to 5. I always did what I was supposed to, but it could have been even better if I had done it the way they do at Bloglovin.
So it inspired me for when I have my workers one day. Nowadays, if I need a backup photographer, or my editor to work with me, I never make them have another work time rather then the one they are productive on. Work well, work with passion, be creative, have it done, I'm here if you need me. Things have been going great, and I feel like people also enjoy each job more.
On the picture above, the person by himself is Mattias. After the hot chocolate moment, he said goodbye and I saw him in and out and in and out meetings every 15 to 20 minutes. Working hard, dedication, dreams... At the end we had the chance to talk about family, and he couldn't wait to go home and see his in Europe. Its true that Manhattan is an amazing place to live, but there is nothing like family.
The last pics were taken after the Fika, with the people who stayed longer. They were so nice to me.
Thank you Bloglovin. I had a great afternoon, you were such an inspiration to me and my projects. I hope we get to see each other again soon, and who knows, with fun projects happening together.
Love, Lu*

PS: Just for a silly observation, I love Miguels smile on the first pic. That person, ladies and gents, is the love of my life. And its with that shy smile that I want to be with forever. Thank you to you too, babe, for coming with me to the HQ that afternoon, even when you didn't know much about it. Everybody liked you a lot, and you know it.

Nuts for Paper and DPMD Recipe Notebook part II








Doce -  Quais as dificuldades de um projecto como o vosso num país a atravessar uma crise económica?
M & C - O nosso projeto foca uma grande paixão nossa que são os cadernos e, como é lógico, não é um bem de primeira necessidade essencial em que se vai investir, dada a crise que atravessamos. É dificl, não o vamos negar, embora tenhamos comentários que descrevam o nosso trabalho como fofinho, querido e original quando nos expomos em público, mas nem sempre isso é o suficiente para os clientes comprarem. Por isso é que fomos um tanto ou quanto ambiciosas e nos lançámos logo a nível mundial na etsy, onde temos loja online, e onde podemos atingir todo o tipo de clientes. Podemos dizer que fazemos mais vendas a nível internacional do que nacional e que, só com parcerias estamos agora a conseguir alcançar o público nacional.




Doce -  Como foi o processo de construção do livrinho de cozinha do Doce para o meu Doce? Onde se inspiraram para o exterior e interior? Estão contentes com o resultado?
M & C - Foi doce. Começámos por reunir contigo e começámos a esboçar ideias. Para a capa queríamos algo que fosse a cara do Doce para o meu Doce. Pensámos que conseguimos isso com as cores e todos os desenhos relacionados com comida! O interior queríamos que fizesse recordar fichas de culinária mas que apesar de não ter cor continuasse com um ar muito doce e simples de usar.
Foi óptimo, e melhor que tudo isso só a tua reação ao veres o livrinho acabado!!



Doce - Como é para vocês começar um projecto novo e em parceria com outra marca? Sempre um desafio? Um desafio bom?
M & C - O mais díficil numa parceria com outra marca é encontrar um equilíbrio entre as duas vozes. Se é um desafio? Sim sem dúvida. Mas nós gostamos de ser desafiadas. É importante manter a identidade das duas marcas e ao mesmo tempo se puder haver um pouco de diversão em ambos os lados, todos ganham ;)

Doce - Alguma vez atravessaram momentos de falta de inspiração? O que fazem para que isso passe?
M & C - Em relação às coisas para a Nuts for Paper não temos tido esse problema. Até pelo contrário, não conseguimos ter tempo para desenvolver todos os produtos e ideias que temos. 
A um nível pessoal sim, é claro que temos dias que nos correm menos bem ou que tudo está torto e nada se endireita. Em dias assim tentamos desligar-nos e emergir noutras coisas como música, livros ou séries de ficção. Às vezes desligar e pensar noutras coisas é o suficente para voltarmos a ter forças e inspiração para continuarmos.


Doce - O Nuts for Paper ocupa-vos todo o tempo? Já é o vosso negócio full-time ou gerem com outro trabalho?
M & C - É o nosso negócio full-time. Ainda não retiramos um ordenado fixo, nem certo ao final do mês. Se não fosse o apoio das nossas famílias nunca poderíamos ter começado um projecto do género. No entanto acreditamos que é um trabalho em progresso e que com o tempo, sangue, suor e lágrimas atingiremos os nossos objectivos.

Doce - Como fazem a gestão de tempo/dinheiro?
M & C - Somos duas e temos famílias com regras e rotinas um pouco diferentes. Por isso, por norma, reunimo-nos no estúdio todas as tardes de segunda a sexta para trocarmos ideias, fazer ponto de situação e tomar notas das tarefas que temos em mãos. A partir daí, gerimos o nosso tempo consoante os prazos estipulados e cada uma organiza a sua agenda pessoal de forma a que uma encomenda seja entregue o mais rapidamente e eficientemente possível. Isto não quer dizer que não estejamos em contato caso necessário, mas também precisamos do nosso espaço pessoal. A nível monetário e, como estamos ainda no ínicio, não podemos dizer que tenhamos uma mensalidade fixa, até porque a pensar no futuro, temos investimentos que precisam de ser feitos como expansão e investimento em materiais e ainda tirar lucro, como é evidente. Por isso, tentamos gerir o dinheiro de forma a nunca ficarmos a zeros, mas sempre pensando um pouco mais além.


Doce - Uma mensagem para alguém que está a começar um negócio próprio e que não saiba se deve?
M & C - Se tiver um emprego ou um part-time recomendamos que comece algo como hobbie para experimentar se a sua ideia realmente tem pernas para andar. Não se atirem de cabeça sem terem uma rede de segurança. Mesmo que essa rede seja monetária. Sejam flexíveis, não só com os clientes ou futuros clientes, mas também vocês próprios. As pessoas mudam e as suas ideias também. Encarem as coisas como um processo de aprendizagem, pois ao darem espaço para o erro vão aprender muito mais do que se estiverem sempre a corrigir e auto-censurarem-se.*

(Para adquirirem o Caderninho de Receitas Doce para o meu Doce e Nuts For Paper, contactem as meninas AQUI!)
Visitem também a loja online aqui!
Love, Lu*

Fortune Bath Bombs - DIY



Olá leitores do Doce! É a Catarina que vos escreve desta vez. Já não via o Doce deste lado desde este DIY dos sabonetes, mas se tudo correr bem, a partir de agora vão ver DIYs de cosmética natural/homemade com mais regularidade por aqui aqui!
Hoje trago-vos uma ideia muito gira para oferecerem a alguém especial. Claro que o Natal pode ser uma boa desculpa, mas esta é daquelas lembrancinhas que se podem oferecer “só porque sim” quando vos apetecer.
Imaginem que uma amiga vossa está a passar por uma fase difícil porque está infeliz no trabalho, ou porque acabou de sair uma relação. Uma forma muito doce e original de lhe lembrarem que estão lá para ela é enviar-lhe uma dedicatória “secreta” para ela ler num momento de reflexão.
Para mim, os banhos de imersão são o momento ideal para relaxar e reflectir, por isso lembrei-me deste DIY: bombas de banho inspiradas em fortune cookies, ou seja, com uma mensagem escondida lá dentro.

Para este DIY vão precisar de:



- Bicarbonato de sódio - há na maioria dos hipermercados. Eu costumo comprar no Continente;
- Ácido cítrico - encontra-se em algumas drogarias. Eu compro logo um saco grande numa drogaria de Vila Real para me durar imenso tempo;
- Aroma/Óleo Essencial - Os óleos essenciais podem comprar em ervanárias ou no Celeiro, que tem também uma boa selecção destes óleos;
- Corante cosmético (opcional);
- Forma/cortador;

Preparação
1- A frase


A frase pode ser o que vocês quiserem: uma citação inspiradora, uma passagem de um livro importante para a pessoa que querem surpreender ou mesmo uma mensagem vossa. As possibilidades são imensas! :)


Escolham uma fonte bonita para a vossa frase (aqui no exemplo escolhi a Pristina) e imprimam numa folha A4. Depois, basta recortar horizontalmente a vossa frase e plastificar com aquele plástico com que as vossas mães - provavelmente - plastificavam os vossos livros da escola. Isto para proteger a vossa mensagem da água do banho quando, mais tarde, se abrir na água dentro da bomba de banho que vão fazer a seguir. Opcionalmente, podem prender o rolinho com fita cola para segurar melhor.


2- A bomba de banho
Não vou mentir; acertar na consistência perfeita da “massa” das bombas não é a tarefa mais fácil à face da Terra, mas vou dar-vos as quantidades que descobri que funcionam comigo, depois de muitas tentativas falhadas desde que comecei a fazer cosméticos, em 2012.
Junta-se 1 medida de bicarbonato de sódio a ⅕ medida de ácido cítrico numa taça não usada para alimentação. Comecem a desfazer manualmente as “bolinhas” que se formam no bicarbonato até que o pó fique homogéneo e sem grumos.


Agora vamos à parte húmida da mistura e aquela em que precisam de ir com alguma calma. Eu costumo deitar uma colher de sopa de óleo - normalmente óleo de amêndoas doces - na mistura. Façam o mesmo e misturem à mão. Tentem esmagar um bocado da mistura na mão. Ela segura-se ou desfaz-se. É normal que se desfaça, pois ainda não tem humidade suficiente para “agarrar”.
Juntem agora algumas gotas do vosso óleo essencial e, se quiserem, do corante cosmético. Misturem novamente e façam outra vez o teste da bolinha para ver se já se segura. Provavelmente não.


Se assim for, juntem uma colher pequenina de água - muito pequena mesmo - para ver se fica com a consistência de areia molhada. Podem deitar mais um bocadinho, mas aos bocados, porque se deitarem de mais, já será difícil fazer com que funcione.


É normal, quando começam a verter os líquidos para a mistura, que esta comece a efervescer ligeiramente. :)
Agora peguem na vossa forma ou cortador e comecem a encher com a mistura. Empurrem o recheio para baixo com as mãos ou com a ajuda de uma colher para que fique compacta dentro da forma.


Primeiro, encham apenas metade. Coloquem o papelinho com a vossa frase lá dentro e cubram-no, tapando-o completamente. Voltem a empurrar a mistura para baixo na forma até ficar completamente lisa e compacta.


Se estiverem a usar uma forma de silicone, não precisam de tirar logo, podem deixar endurecer durante umas horas. Caso façam com um cortador, desenformem cuidadosamente para não se partir.


Et voilá!
Espero que tenham gostado da sugestão e que usem este DIY para surpreender alguém muito especial. ;)

Catarina (Autoria e Fotografia)



Hello Doce para o meu Doce’s readers! Catarina here. I haven’t seen this side of Doce since I wrote this soap DIY but if all goes well, you’ll be seeing a lot more natural/homemade cosmetics DIY around here.
Today I bring you a very cool idea which can be perfect to offer as a gift to someone special.
Of course, Christmas can be a good excuse to give someone a gift, but this is one of those souvenirs that you can give someone whenever you feel like it.
Imagine that a friend of yours is going through a difficult time because she’s unhappy at work, or because she just got out of a relationship. A very sweet and unique way of reminding her that you are there for her is to send her a "secret" message for her to read in a moment of reflection.
To me, bubble baths offer an ideal moment to relax and reflect, so I came up with this DIY: bath bombs inspired by fortune cookies, which means they come with a hidden message inside.

To make this DIY you will need:
- Baking soda;
- Citric acid;
- Cosmetic essence / essential oil;
- Cosmetic colouring;
- Mould or cutter;

Preparation
1- The message
For the message you can use whatever you want: an inspirational quote a passage from an important book for the person who want to surprise or even your own personal message to them. The possibilities are endless! :)
Choose a beautiful font for your sentence (for this example I chose Pristina) and print it. Then simply cut your setence horizontally and laminate with plastic. This is to protect your message from the bath water when your friend decides to use this bath bomb you are going to be making next. If you want you can seal it with tape so that it holds in place.

2- The Bath Bomb
I won’t lie to you; getting the perfect consistency for the bath bombs is not the easiest task in the world, but I will give you the amounts that seem to work for me after a few successful attempts that followed many failed ones since I started making cosmetics in 2012.
Join a cup of baking soda and ⅕ a cup of citric acid in a bowl that you don’t use to prepare food. Destroy the lumps that sometimes come with the baking soda with your hands or with a spoon until the powder is homogeneous and lump free.
Now to the wet part of the mix which is where you need to take it slow. I usually pour a tablespoon of oil - usually sweet almond oil - into the mix. Do the same and mix by with hands or another utensil. Try to hold a bit of the mixture with your hand. Does it hold or does it break? It's normal if it breaks because it doesn’t have enough moisture to stick together yet.
Now put a few drops of your essential oil and, if you will, cosmetic dye in the mix. Mix again and do the hand test again to see if the “dough” is solid and moistured enough. Probably not.
If so, join a tiny spoon of water - a very small amount - to see if you can get a wet sand consistency. If needed, add a little more water, but test the mixture every time you do this until you make it work.
Be careful not to add too much water, otherwise this won’t work.
It’s perfectly normal and expected to see the mix begin to bubble slightly as soon as you add in the first liquids.
Now grab your mould or cutter and begin to fill it with the mixture. Push the filling down with your hands or with the help of a spoon so that gets compact inside the mould.
At first, fill only half of the mould. Then put the piece of paper with your sentence in there and cover it completely. Go back to push the mixture down so that it’s completely smooth and compact.
If you’re using a silicone mould you don’t need to take it out straight away; let it sit for a few hours so it can harden. If instead you use the cutter, take your bath bomb out carefully so it won’t break and… voila!

I hope you like this little sweet DIY and that you manage to surprise someone very special to you. :)
xoxo,
Catarina (Author and Photographer)